Tipos de calça: os 10 modelos mais marcantes da história da moda

tipos de calças la mandinne

Já notou que, em todas as grandes eras da moda, a calça está entre as peças que melhor captam a essência da época? Da cigarrete, um dos ícones de estilo das pin ups dos anos 50, passando pelas bocas de sino psicodélicas dos anos 70, às disco pants dos anos 80, até os jeans de cós baixíssimo dos 90. É só olhar pra calça que a gente sabe qual é a referência.

Com tanto repertório é claro que a gente precisava de um artigo exclusivo sobre calças. No post de hoje, o Dream Team fala sobre como essa peça deixou de ser exclusividade do guarda-roupas masculino, como ela foi reinterpretada nas diversas eras, quais são os tipos de calça mais importantes e, claro, dá aquelas dicas de styling que a gente ama. Vem ver!

Calças: do guarda-roupa masculino à moda para todos

A calça marcou um processo longo pelo qual a moda ainda está passando: o apagamento das linhas rígidas entre masculino e feminino. Hoje, é muito comum e até esperado que haja um pouco de mistura nos looks do dia a dia. Exemplo disso é a calça boyfriend, que foi “sequestrada” do guarda-roupa masculino e hoje é peça essencial para a maioria das fashionistas. Mas nem sempre foi assim.

A primeira notícia que se tem do uso de calças por mulheres no ocidente foi em meados do século XIX. O visual bloomer foi criado por Elizabeth Smith Miller, com o intuito de reformular a moda feminina e torná-la funcional para as tantas atividades que as mulheres vinham iniciando.

No entanto, elas não foram bem aceitas pela sociedade. A princípio a imprensa achou uma verdadeira piada, e diversos jornais publicavam fotos das mulheres utilizando as peças com comportamentos masculinizados.

As calças bloomer tinham caimento bufante nas pernas e mais apertado ao tornozelo. Apesar de não serem tão confortáveis – afinal, os vestidos ainda estavam presentes por cima da calça – o style foi um porta-voz da nova era feminina.

As calças jeans representam não só uma vestimenta, mas um símbolo de força e empoderamento da mulher na sociedade, que deixa de servir apenas como vitrine na sala de suas casas e passa a exercer papéis importantes e autênticos, tanto no trabalho quanto no lar.

Os 10 tipos de calça mais importantes da moda

Já que as bloomers marcaram de vez a nova era da moda para as mulheres, nós listamos abaixo os 10 tipos de calça que viraram tendência nos últimos anos, olha só:

Skinny

A calça jeans skinny é composta por uma modelagem mais justa ao corpo e, apesar de serem bem ajustadas, elas não são desconfortáveis. A peça pode ser tanto de cintura baixa, quanto mediana ou alta, e oferece muito conforto.

As primeiras calças continham um corte bem reto, por isso, quando o modelo skinny surgiu, resultou em tanto sucesso. Afinal, ela valorizava o corpo da mulher e suas curvas de um modo mais imponente.

Vivienne Westwood, Kate Moss e Hedi Slimane foram alguns dos responsáveis por consolidar o uso da peça em todo o mundo. Como forma de resistência, as calças skinny nasceram de um novo período, que visava até inserir o estilo urbano na moda de alto padrão.

Por seu modelo extremamente justo e slim, a peça levantou discussão em todo o mundo, abordando pontos importantes relacionados a estética e os diversos tipos de corpo.

Flare

As calças flare surgiram nos anos 70, e eram parte do visual dos marinheiros. Nessa época, elas ainda eram conhecidas como “calças boca de sino”. Elas eram cortadas em um formato de sino, mesmo, pois assim davam maior liberdade aos movimentos.

Não demorou muito até que a peça invadisse as discotecas e todos os outros ambientes frequentados pela juventude. Na época, a liberdade era o conceito mais cultuado e por isso esse modelo de calça fez tanto sucesso.

As calças flare são menos abertas do que as peças boca de sino, isso faz com que a vestimenta seja ainda mais elegante. Elas podem ser encontradas tanto em cintura alta quanto baixa e ficam bem com batas, cropped, blusas sociais e uma diversidade de outros modelos.

Do scarpin ao tênis, a calça flare conquistou o guarda roupa feminino representado liberdade, elegância e jovialidade em uma única roupa.

Wide leg

A calça wide leg é tão importante para a moda quanto as calças skinny. Se na época da skinny o primordial era valorizar as curvas, a wide leg veio para marcar uma nova geração. Esse “jeans de perna larga” é a nova aposta certeira para compor o visual steet style.

A peça mais folgada ao corpo denota um novo período em que as mulheres podem se sentir confortáveis com qualquer peça e, com elas, fica mais do que claro que a feminilidade é muito mais do que um gênero ou uma medida de roupa ajustada.

A peça veste bem todos os tipos de corpos, fator altamente relevante nos dias de hoje, em que o body positive vem sendo amplamente discutido. E apesar de mais folgada, ela não passa um visual desleixado.

Pelo contrário, com ela é possível criar looks hi-lo super elegantes. No inverno ou no verão, com cropped, jaquetas, tricô ou mangas bufantes, basta inserir uma sandália de tiras ou um tênis de plataforma que o seu look ficara completo e super atual.

Alfaiataria

O termo alfaiataria vem da época em que as mulheres e os homens tinham as suas peças confeccionadas por um alfaiate. Apesar da peça ter perdido esse conceito – afinal, as calças de alfaiataria hoje podem ser compradas nas lojas – elas continuam sendo de extrema qualidade, elegância e de caimento impecável.

As calças de alfaiataria representam sobretudo o lado profissional e formal das mulheres, podem ser utilizadas em muitos eventos e jantares, mas a peça também fica ótima no âmbito profissional.

Aprenda com nosso outro post, como usar calça de alfaiataria em diferentes ocasiões, aqui no Blog LM e veja como a calça conquistou o street style em todos os biotipos femininos.

Pantacourt

No século XX o guarda roupa das mulheres era repleto de vestidos e saias, e as calças pantalonas vieram para revolucionar. O estilo da calça é mais largo e em alguns casos, o seu tecido até se parece com uma saia repartida ao meio.

A estilista Elsa Schiaparelli chocou muitas pessoas ao encurtar o comprimento desses modelos de calça, dando origem a calça pantacourt. 

Esse modelo de calça acrescenta ainda mais força às mulheres, trazendo possibilidades de combinações empoderadas e cheias de estilo sem perder o conforto e a versatilidade da peça.

Os tecidos podem ser leves e estampados ou também monocromáticos e no estilo alfaiataria. Valorizam os mais diversos tipos de silhueta e ainda oferecem novas combinações para as mulheres do trabalho ao day off.

Reta

Nós, do Blog da LM, amamos peças que valorizam todos os tipos de corpo. A calça reta é um modelo clássico, repleto de possibilidades de combinações e que faz jus à necessidade feminina de enfrentar diferentes jornadas em um só dia.

Com esse modelo é possível sair de casa usando uma blusa básica e, ao longo do dia, acrescentar um blazer mais elegante, se surgir a necessidade. Falando nisso, o Dream Team teensina a como usar blazer em um post completo! Leia o nosso artigo e crie ainda mais combinações icônicas!

Do scarpin ao tênis ou mule, a calça reta acompanha as mulheres ao longo de todo o dia e ocasião. Crie um visual rocker ou comfy, você é livre para se reinventar!

Clochard

A calça clochard revela uma trend comfy e elegante ao mesmo tempo. A peça foi inspirada em modelos que não possuem um caimento ideal ao corpo, isso significa que elas sempre virão com uma cordinha, cinto ou com um ajuste um pouco mais folgado na cintura.

Como o conceito atual é conforto puro, com o visual e também com o próprio corpo, a peça pode ser utilizada com blazers ou regatas. Isso é você que decide.

Jogger

Os primeiros modelos da calça surgiram em ambientes esportivos, como academias. Só que não demorou muito para a peça invadir as ruas, com cores fortes ou neutras. Esse modelo jogger mais folgado no comprimento da perna e ajustado ao tornozelo oferece mais força aos looks.

Esse modelo de calça é extremamente confortável e o fato delas habitarem nos guarda roupas das mulheres só mostra o quanto a moda feminina já conquistou até aqui.

O modelo, apesar de mais descontraído, pode compor um visual mais sensual ou até mesmo mais casual. A peça vai tanto com salto alto quanto com tênis, além de ser parte essencial do estilo streetwear, antes restrito à moda masculina.

Legging

A legging por um tempo era utilizada somente por baixo de vestidos ou saias. Na década 70 os modelos estampados e cheios de cores viraram febre, fazendo alusão à série As Panteras.

Posteriormente, Madonna e muitas outras celebridades deram força aos mais diversos looks com legging, levando o modelo de calça ao seu ápice, no red carpet.

A verdade é que as calças legging ganham repaginações ao longo da história e hoje são utilizadas tanto para ficar em casa quanto para passeios mais casuais ou até mesmo formais. Se antes as calças eram impensáveis no guarda roupa feminino, as leggings provam que não só são indispensáveis como também necessárias, principalmente em dias em que as mulheres precisam realizar diferentes tarefas.

A peça pode ser combinada com camisetas, sobretudos, tênis e também jaquetas jeans mais compridas, no estilo militar.

Mom

A calça mom foi uma tendência universal da moda nos anos 90. A calça possui uma modelagem de cintura mais alta e no comprimento das pernas ela é mais larguinha. A peça é ideal para um comfy look, um cropped ou uma camiseta. Porém, basta apostar em um blazer que a produção além de confortável se torna extremamente elegante.

Unindo o modelo mom com o destroyed você garante looks imponentes e repletos de personalidade. Procurando por uma peça que revela o conforto, beleza e feminilidade? O mom jeans é a peça perfeita!

E aí, curtiu nossa viagem pela história da moda e tudo o que ela representa? Qual é o seu modelo de calça go to, que sempre dá certo, não importa o look? Conte pra gente nos comentários e participe do mundo La Mandinne! Vamos amar ver um pedacinho da sua experiência com moda no nosso blog.

Ah, aproveite que o inverno está chegando e aprenda como guardar as suas roupas de inverno. Nos vemos no próximo post. Beijos do Dream Team!

Deixe seu comentário



@lamandinne | #mundolm

© 2020 La Mandinne. Rua Olívio Domingos Brugnago, 420 - Jaraguá do Sul, SC. CEP: 89259-260. CNPJ: 20.161.724/0001-24