Chemise: a história e ideias de looks modernos com o clássico!

chemise azul marinho com calça wide leg

Chegou a hora de falarmos sobre uma das peças mais icônicas do momento! O chemise é uma camisa oversized, ela se reinventou depois de séculos e já está no guarda-roupas das suas celebridades e influencers preferidas!

Do francês, “chemise” significa camisa, aquele clássico dos closets masculinos. Sabemos que pode ser complicadinho aprender a usar uma peça tão versátil quanto essa, então nós, do blog La Mandinne, preparamos este post especial para você.

Está curiosa para conhecer um pouco sobre a história dessa famosa roupa e ainda receber inspirações de looks moderníssimos com ela? Então acompanhe aqui! 🤩

Ideias de looks com chemise longo e curto

Como dissemos, as chemises são as clássicas camisas, conhecidas pelos seus botões, gola e pela sua modelagem soltinha e simples. Algumas adaptações foram feitas através da história dessa peça, e hoje a sua versão mais comum é a “vestido-camisa”.

O chemise pode ser mais curto, batendo num ponto acima do meio das coxas, ou mais longo, com o caimento do joelho para baixo. Mas, independente de qual você preferir, temos certeza que vai aproveitar muito o estilo e o conforto que essa peça pode oferecer.

Veja as nossas ideias de usos maravilhosos com cada tipo:

  • Chemise longo como vestido

Esse é o preferidinho das celebs! Você pode encontrá-lo em diversas cores e estampas, não pense que precisa ficar no branco básico. 😉 Como é bem longo, é muito usado como vestido: basta combiná-lo com uma bolsa e um cinto, se preferir silhuetas mais marcadas.

O visual final é a mistura perfeita entre casual e street style com moda e sofisticação!

chemise estilo vestido

  • Chemise longo como kimono

Há a opção de usá-lo com os botões abertos, funcionando como um kimono bem soltinho. Nesse caso, sugerimos um chemise ousado com estampas tipo oncinha e uma blusa e calça neutras por baixo: o look será arrebatador!

Essas peças são ideais para alongar a silhueta e funcionam em todas as ocasiões: em climas quentes, use o chemise “blusão” com sandálias e chapéus, e no frio com gorros e sapatos quentinhos.

#DicaValiosa do nosso Dream Team: os chemises longos ficam PER-FEI-TOS com botas de cano alto!

chemise estilo kimono

  • Chemise curto como sobreposição

Essa opção é a cara do verão! Para looks mais despojados, use o chemise curto como sobreposição, todo aberto e por cima de um short jeans e uma blusinha/regata fica lindíssimo.

chemise aberto com shorts e blusa

  • Chemise curto como camisa 

É a versão mais parecida com as clássicas camisas masculinas, mas ainda pode carregar toda a feminilidade que você desejar: basta apostar em estampas e cores vibrantes!

Para ocasiões mais formais, combine o chemise curto com uma calça de alfaiataria – essa é uma ótima oportunidade para se arriscar num look todo monocromático! Para almoços leves ou passeios à tarde, usar essa peça ajustada por dentro de um short é uma boa pedida.

chemise curto branca

  • Chemise com calças

Para essa ideia, você pode tanto um chemise curto quanto um longo. Como é uma peça bem destacada, muitas pessoas ficam em dúvida com quais tipos de calça podem usá-la.

A boa notícia é que, dependendo do estilo, qualquer calça pode funcionar bem: leggings, jeans e até mesmo alguns modelos coloridos! Não há nenhuma regra, basta você calcular se as cores combinam bem entre si. Para entender mais sobre isso, que tal conferir as nossas dicas para combinar estampas e cores?

chemise com calça jeans

E aí, já sabe qual look vai montar com a sua chemise? 😍 Se você ficou interessada em saber mais sobre como nasceu essa peça icônica, que tal conhecer agora um pouco sobre a sua trajetória histórica?

A história do chemise

Não há consenso entre os historiadores e estudiosos de moda sobre a origem dos chemises. Uma das hipóteses mais bem aceitas é a de que a rainha da França, Maria Antonieta, inspirada em vestimentas crioulas da época, encomendou um dos modelos precursores do chemise que conhecemos hoje.

O seu nome era outro: o Chemise a la Reine (camisa da rainha) representava a vida bucólica e camponesa que Maria Antonieta tanto adorava. Logo, seu tecido era levíssimo, ajustado ao corpo somente por cordões.

Esse modelo era mais parecido com uma peça íntima de dormir, uma camisola. Mas a rainha, que era conhecida por seus atos de rebeldia, foi vestida assim para ter o seu autorretrato pintado. O escândalo que essa imagem trouxe foi grande, e por isso o chemise se tornou tão conhecido.

Aos poucos, essa peça foi se tornando cada vez mais popular, e passou por diversas mudanças: ganhou e perdeu suas mangas bufantes, foi fabricada em novas cores, com babados, enchimentos e muito mais.

Interessante, né? Esses conhecimentos nos fazem apreciar bem mais a peça que temos hoje em mãos, que passou por diversas mudanças e até pela realeza francesa.

Se você gostou de conhecer sobre o Chemise, que tal conferir agora o nosso post informativo sobre o famoso tecido Tweed? Até a próxima! ✨

Deixe seu comentário



@lamandinne | #mundolm

© 2020 La Mandinne. Rua Olívio Domingos Brugnago, 420 - Jaraguá do Sul, SC. CEP: 89259-260. CNPJ: 20.161.724/0001-24