Guarda roupa inteligente: aprenda como montar um

8 dicas para montar um guarda-roupa inteligente

O guarda-roupa inteligente é composto por peças que combinam entre si, é uma estratégia da moda diferente do armário cápsula – este último conta com o mínimo possível de roupa, percebe a diferença? Tendo isso esclarecido, vamos ver como montar um guarda-roupa inteligente, veja a seguir:

1. Evite comprar no impulso

A compra por impulso não é planejada – é aqui que mora o perigo. Ao comprar um peça sem planejar você corre o risco de não combiná-la com as demais opções do guarda-roupa. Nesse caso, você gasta um dinheiro que não precisava e a roupa ainda fica parada.

Sendo assim, quando encontrar um peça que gosta muito (por acaso), pense na regra do 3×3: usará em 3 lugares diferentes e combina com 3 peças do guarda-roupa? Se sim, compre. Se não, deixe para comprar em outro momento.

2. Identifique o próprio estilo

Saber o próprio estilo é fundamental para combinar as roupas de forma inteligente. Gosta de flores e vestidos, pode ser mais adepta ao estilo romântico. Prefere calças e camisetas básicas, é mais adepta ao estilo casual.

Saber do que gosta é metade do caminho, assim, automaticamente você compra peças que combinam entre si. Para conhecer ainda mais sobre os estilos universais, conheça os detalhes do estilo urbano e clássico já publicados aqui no nosso Blog.

Veja a seguir um macete sobre os 7 estilos universais:

  • Romântico: vestidos amplos e estampas florais, mangas bufantes;
  • Casual: calça jeans e blusas básica. Cor principal: azul jeans;
  • Elegante: roupas alfaiataria. Cor principal: off white;
  • Urbano: jaqueta e peças de couro. Cor principal: preto;
  • Clássico: saia secretária e camisa. Cor principal: nude;
  • Sensual: vestidos justos ou com fendas. Cor principal: vermelho;
  • Esportivo: tênis e moletom. Cor principal: chumbo.

3. Invista em modelagens atemporais

As modelagens atemporais são modelos de roupas que nunca saem de moda. Por exemplo, um vestido reto preto é um clássico da moda, é um look para trabalhar em ambientes empresariais, ir elegante em eventos formais e estar bem arrumada em confraternizações informais. Um guarda-roupa inteligente é pensado para isso, na usabilidade de cada roupa.

4. Opte por roupas lisas ou estampas neutras

As roupas estampadas vibrantes ou muito diferentes marcam os visuais, isso causa a sensação de “essa roupa de novo?!”, é natural enjoar. Portanto, invista em roupas lisas para looks monocromáticos ou color block e estampas com designs neutros e atemporais (folhagens, flores e geométricos).

Sugestões de estampas atemporais:

  • Listras;
  • Poá,
  • Xadrez;
  • Chevron;
  • Flores;
  • Folhagens.

5. Dê preferência para qualidade

As roupas de qualidade são feitas com tecido que duram diversos anos, não desbotam ou deformam, além de não fazerem bolinhas ou pegarem pelos de outras roupas ao lavar. Vale a pena investir um pouco mais pela quantidade de vantagens que bons tecidos apresentam. Inclusive, roupas de qualidade caem melhor no corpo.

Dicas para saber se a roupa é de qualidade:

  • Confira se as linhas do desenho se encontram na costura;
  • Toque na peça e sinta se é macia (roupas ásperas fazem bolinha e pegam pelo);
  • Opte por tecidos naturais (algodão, linho e seda);
  • Sinta o peso da peça (boas roupas alfaiataria e jeans são pesadas);
  • A peça fica torta ao segurar pelas costuras? Não é de qualidade.

6. Escolha uma paleta de cores

A escolha de uma paleta de cores é determinante para que elas harmonizem entre si. Há softwares gratuitos na internet que analisam os tons da pele, olhos e cabelos e recomendam os tons que combinam a sua estética e quais são interessantes de evitar.

círculo cromático conta com diversas opções e sugestões de combinações para looks (complementares, análogas, triangulação, meio-complementares, retângulo ou quadrado) e você pode se aventurar por eles, mas lembre-se de escolher não apenas para um look e sim para um closet completo.

Sugestões de paletas de cores:

  • Candy colors: serenity, tiffany, rosê, amarelo, lilás, etc.
  • Neutras: cinza, branco, preto
  • Sóbrias: preto, cinza, azul marinho, marsala, verde militar, etc.
  • Claras: branco, palha, marrom.

Conselhos ao escolher a paleta de cores:

  • Opte por 2 cores principais, dê preferência para suas favoritas, afinal de contas elas serão a base do seu estilo
  • Tenha 4 subtons coloridos para harmonizar com o closet (que dialogarão com os tons principais)
  • Escolha, no mínimo, 2 cores neutras, elas serão usadas para combinar com roupas coloridas e criar oportunidade com peças e acessórios estampados.

7. Cuidado com fast fashion

As fast fashion, em tradução literal é moda rápida, são peças feitas para durarem pouco tempo. Nesse caso, a tendência ganha o coração e o closet de inúmeras mulheres, porém, depois de poucos meses já lançam uma nova moda totalmente diferente da primeira, e acompanhar essa moda é arriscado. Um guarda-roupa inteligente não abriga roupas que perderão utilidade depois de pouco tempo, pense nisso.

8. Tenha rotatividade nas peças

A rotatividade das peças é essencial para manter o guarda-roupa apenas com o necessário e não acumular roupas sem utilidade. De tempos em tempos, organize todas as partes do closet e separe tudo aquilo que não utilizou no último ano. As peças que você retirar você pode vender na internet ou em brechós para fazer um dinheiro extra ou doar para instituições que recolhem.

Essas 8 dicas vão ajudar a montar um guarda-roupa inteligente, siga todas elas e sinta a diferença na quantidade de looks, serão vários! Continue acompanhando o blog da La Mandinne e fique sempre atualizada sobre as estratégias de moda.

Leia também:

Deixe seu comentário



@lamandinne | #mundolm

© 2020 La Mandinne. Rua Olívio Domingos Brugnago, 420 - Jaraguá do Sul, SC. CEP: 89259-260. CNPJ: 20.161.724/0001-24